Comentários

(9)
Waldemir Marques, Advogado
Waldemir Marques
Comentário · há 5 anos
Graziela Theodoro
3 votos
Para STJ, a partilha na União Estável depende de comprovação de esforço mútuo quanto aos bens adquiridos antes da Lei nº
9.278/96
No dia 1º de setembro, a Quarta Turma do Superior Tribunal de Justiça decidiu negar provimento à Agravo Interno interposto face à decisão que indeferiu partilha direta de bens na dissolução da união... Leia Mais » é disto que me refiro, mas as pessoas replicam apenas que não há mais divisão de bens, sem mencionar que a não divisão refere-se somente aos bens anteriores do estabelecimento da união. isto é feito justamente para "assombrar".
Waldemir Marques, Advogado
Waldemir Marques
Comentário · há 5 anos
daqui a alguns dias, considerando que somos da mesma massa, haverá banheiros para "massa com ovos" e "massa sem ovos". ora, é simples resolver isto, basta as casas públicas construírem três banheiros, sendo um masculino um feminino e outro para os "identidade de gênero", assim estes poderão, perfeitamente, serem proibidos de utilizar tanto um quanto outro, desta forma todos ficarão satisfeitos, embora eu pense que este "terceiro gênero" jamais aceitará tratamento que não seja o de tratá-los como eles querem que seja tratados, ou seja, da forma que eles querem. minha convicção a respeito de gênero e uma, bem antiga, onde éramos femininos e masculinos desde o nascimento, sob este aspecto podemos ser masculinos e femininos com características contrárias, homos ou não, o que é difícil, mas o aspecto físico é sempre o mesmo, desde o nascimento, exceto por aqueles "corajosos" que trocam o sexo para o qual se identificam, portanto, entendo que o uso de banheiros femininos por "rapazes", que se identificam como mulheres, fere o princípio da liberdade dos demais elementos que frequentam os locais destinados ao gênero existente dentro das cuecas ou calcinhas. alguns acharão minha opinião desrespeitosa, talvez de baixa literatura, mas pelo que vejo as chamadas minorias, principalmente as relacionadas ao gênero, estão buscando seu espaço de forma arbitrária, querendo "na marra" estabelecer a aceitação de suas convicções pela maioria, buscando respeito pela sua condição sem, no entanto, respeitar o direito alheio.
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Waldemir
rua conde de porto alegre, 273 - sala 202 - Rio Grande (RS) - 96200330

Waldemir Marques

rua conde de porto alegre, 273 - sala 202 - Rio Grande (RS) - 96200-330

Entrar em contato